O que faz a diferença no cuidado com os cachos – respondendo dúvidas

Cachos 1000

Eu sempre gostei do meu cabelo cacheado, e gosto de ver as pessoas felizes com seus cachos também, ainda mais agora que está se buscando, cada vez mais, assumi-los. Não sou nenhuma expert, mas, quando posso, e quando me perguntam, procuro orientar da melhor maneira possível. A experiência que eu tenho com cachos é a da vida mesmo. Hehe.

De vez em quando alguém pergunta o que utilizo no meu cabelo cacheado, porque acham bonito, e também gostariam que os seus fossem assim e tudo mais. Geralmente essa pergunta vem de pessoas que têm cabelos cacheados também, ou algum familiar, como filha, irmã, etc., quase sempre por não conseguirem “domar” os cachos.

Nesses casos, eu fico até meio sem saber por onde começar a responder, por que normalmente eu uso produtos básicos que acredito que a maioria das pessoas usa. Shampoo, condicionador, creme de pentear e algum creme de tratamento (hidratação, nutrição ou restauração), fazem parte da minha listinha de básicos e necessários. Talvez algum óleozinho também, mas enfim… hehe. O “básico” acaba tendo que ser entre aspas né, porque a lista não é lá muito curta.

O que posso dizer é que, muitas vezes, o segredo não são os produtos que aplico, e sim a maneira como aplico. Então, resolvi escrever este post tentando dar uma ajudinha para quem tem este tipo de dúvida. Porque apesar de gostar de falar, às vezes eu tenho receio de ficar falando, e falando, e falando para explicar o que talvez possa fazer a diferença no cuidado com os cabelos cacheados.

Ao mesmo tempo em que eu quero ajudar a quem me pergunta, não quero ficar dando um “sermão”, até porque a pessoa pode não estar esperando uma resposta tão longa né! Uma coisa é certa: dá trabalho, mas nada que o costume não resolva. Além disso, cada caso é um caso, cada cabelo tem suas peculiaridades. Eu fiz uma listinha com alguns pontos importantes que levo em consideração nos cuidados com o meu cabelo, conforme o meu gosto, mas que outras pessoas podem não gostar nos seus. Contudo, espero realmente que ajude.

Por isso, primeiramente, quero destacar que reuni dicas que funcionam comigo, e que podem funcionar com outras pessoas, mas não são regras. É mais para tentar abrir a visão sobre o assunto, e fugir do tradicional que muita gente pensa ser o certo, mas que na prática, não é bem assim. Tudo depende do histórico de cada cabelo, da situação em que se encontra (qual tipo de tratamento está precisando), do tipo de cacho (2, 3, 4… A, B, C…), textura, etc.

Segundamente, quero enfatizar que muitas pessoas relacionam termos que aparecem em campanhas publicitárias de produtos para cachos (comportados, domados, etc.) com cachos bem definidos, sem volume e sem frizz. Porém, isso não é sinônimo de cachos bonitos e saudáveis. Eu, particularmente, prefiro muito mais o volume, e para isso eu sei que não vou ter uma definição excepcional e vou precisar aceitar o frizz. Tranquilo, não tem problema, são características do cabelo que precisam ser aceitas. Para facilitar, comece desencanando disso também, beleza?

Então, lá vai:

  1. Se acostume com o frizz
  2. Cachos bonitos não precisam, necessariamente, ter definição perfeita
  3. Estimule o volume
  4. Cachos bonitos não são cachos molhados
  5. Não deixe os cabelos “grudados” na cabeça
  6. Não precisa lavar todo dia (e nem um dia sim, outro não :P)
  7. Procure entender o que seu cabelo está precisando, para saber que tipo de tratamento fazer ao lavar (ou não fazer, às vezes)
  8. Amasse os cachos com creme para pentear depois de lavados
  9. Utilize muuuito creme para pentear (muito mesmo!) na finalização
  10. Amasse muuuito os cachos
  11. Seque os cabelos (naturalmente ou com secador), ainda amassando os cachos
  12. Nos “days-after” não precisa muito creme (ou nada), talvez só um pouco de óleo
  13. Condicionador ou outro creme de tratamento não podem ser utilizados como creme para pentear
  14. Não penteie seus cabelos quando estiverem secos
  15. Utilize um pente de hastes largas

E é isso! Acho que com estes itens já se pode ter uma ideia de como fazer para conseguir um resultado legal. Acredito que estes pontos que destaquei possam fazer a diferença e imagino que muitas pessoas saibam de muitas destas dicas, ou que considerem até meio óbvias, porém, às vezes é um click que está faltando para alguém ficar mais contente com seus cachos. São detalhes práticos, mas que contam muito!

Tentei resumir para facilitar. Espero que vocês tenham gostado e principalmente, que tenha ajudado. Me contem se funcionou com vocês, ou se fazem algo diferente para cuidar das madeixas! 😀 Se alguém ficou com alguma dúvida, também pode ficar à vontade para me perguntar. Obrigada pela leitura!

Um relacionamento muito sério

850xN 1000

As pessoas costumam dizer que quem tem cabelo liso, gostaria de ter cachos, e que quem tem cabelo cacheado, gostaria de ter liso. Dizem que as mulheres nunca estão satisfeitas com o cabelo que têm.

Seguidamente me falam coisas como “ai, teu cabelo é bonito, mas tu gosta dele assim?” ou “tu não gosta do teu cabelo né?”, “ah, porque geralmente as mulheres não gostam do cabelo que têm”. Eu fico tipo “oii??”. A resposta, nessas ocasiões é: sim, eu gosto do meu cabelo, eu não quero alisar meu cabelo, eu estou satisfeita assim. Não sei por que causa surpresa. O tipo de cabelo que temos é o que mais temos experiência em cuidar, em arrumar, e isso que faz ele bonito.

Gostar do cabelo que se tem é fundamental. Ser confiante ao usar um penteado, ao usar ele solto, ao cortar, ao deixar crescer, ao pintar ou não… O importante é descobrir o que você gosta no seu cabelo, de que forma você vai se sentir bem com ele, ou até mesmo sem ele, porque não? E se você tiver o cabelo cacheado e quiser ter liso, e se sentir bem assim, que bom, é assim que você vai usar. Ou tentar, até você cansar e querer mudar. Uma hora a gente acerta!

Temos toda a liberdade para cansar do cabelo do jeito que está, e de repente, mudar! Claro que sempre com muita responsabilidade para não se arrepender. E às vezes a mudança pode ser simplesmente trocar o lado de dividi-lo, ou então, optar por não dividir e usar algo meio bagunçadinho mesmo.

Pela minha experiência pessoal com cachos, obviamente, hoje eu digo que quem tem cabelo liso até pode querer ter cacheado, mas existem muitas opções lindas para serem feitas com seus fios lisinhos. E quem tem cabelo cacheado, até pode querer ter cabelo liso, e pra tudo sempre tem um jeitinho. Porém, digo com mais convicção e conhecimento de causa que quem gosta de seu cabelo cacheado, quer mesmo é ter cabelo mais cacheado, e mais volumoso, e mais, e mais e mais…

Quanto mais a gente conhece, mais a gente aprende e mais a gente se apega. Sim, parece conversa de relacionamento amoroso mesmo, porque é! Quanto mais acontece tudo isso, mais a gente ama os nossos cachos. Mais a gente aprende a aceitar os dias de revolta dos fios, e passa a enxergar sua beleza até mesmo nestes dias. Ou aprende a driblar os danados e esconder a revolta deles com um truquezinho daqui ou dali. O que vale é conhecer o que você gosta e, principalmente, conhecer o seu cabelo para buscar saber o que ele gosta também. Arrisque!

*Essa ilustração liiiiinda do post foi feita pela Luiza Normey, acessem o site dela para conferir mais do seu trabalho que é um amor. <3 Aproveitem para acessar as redes sociais dela por lá e continuar acompanhando também. 😀 #superindico